CDL GRAMADO

8 ideias diferentes para obter renda extra

Separamos uma lista de sites e aplicativos para te ajudar a complementar o seu orçamento e equilibrar o seu planejamento financeiro com uma renda extra

A crise econômica, o desemprego elevado e as mudanças nas relações de trabalho comprometeram a renda de muitas famílias. Por isso, milhares de pessoas têm buscado formas não tradicionais para conseguir renda extra. Em uma pesquisa realizada pelo SPC Brasil em parceria com a Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas (CNDL), constatou-se que metade dos consumidores brasileiros (53%) acabaram recorrendo a bicos e trabalhos adicionais para complementar a renda no primeiro semestre deste ano.

“A tecnologia coloca em contato a demanda e a oferta por determinados produtos e serviços – muitas vezes bem específicos. Isso pode gerar uma renda extra significativa e ainda promover o consumo consciente”, diz Marcela Kawauti, economista-chefe do SPC Brasil.

Vamos às ideias?

  1. Seja motorista de aplicativo

Nos últimos anos, essa tem sido a maneira mais popular para conseguir uma grana extra. A principal vantagem é a flexibilidade de jornada que permite que você trabalhe quando e onde quiser, de acordo com os seus objetivos. E a Uber não é a sua única opção. Outros apps também estão ganhando popularidade como o 99, o Cabify e até alguns exclusivos para mulheres, como o Lady Driver.

Mas fique ligado: essa é uma atividade que requer muito trabalho e controle dos custos para trazer bons resultados. “Muitas vezes, as pessoas entram neste setor sem se darem conta de que é uma verdadeira empresa para se administrar. O dinheiro que entra tem que ser bem trabalhado. Entender o conceito de fluxo de caixa é fundamental. As despesas de combustível, manutenção e até da alimentação diária precisam ser anotadas para compreender se atividade está dando resultado de verdade”, explica José Vignoli, educador financeiro do SPC Brasil.

  • Entregue comida na sua cidade

Com os serviços de delivery em alta, a demanda por entregadores costuma ser bem alta, principalmente nas grandes cidades. Aplicativos como ifood, Uber Eats e Rappi permitem o cadastro de pessoas para fazer as entregas de carro, motos e até de bicicleta. No caso das bikes, existe um grande número de entregadores que opta por utilizar as alugadas por empresas como Yellow e Itaú, minimizando os gastos com a manutenção da mesma.

“Nesse caso, normalmente é necessária uma quantidade elevada de horas trabalhadas por dia para conseguir um valor significativo ao final do mês, já que o pagamento por entrega não costuma ser alto. Mas se a ideia é ganhar apenas um complemento na renda, pode ser interessante se dedicar aos horários de pico como os fins de semana, por exemplo”, sugere Marcela.

  • Ofereça caronas

Além de gerar renda extra, a carona é uma maneira de diminuir o número de veículos nas ruas, gerando menos poluição e melhorando a mobilidade urbana. Por exemplo: você pode oferecer caronas no trajeto do seu trabalho, da sua faculdade, da escola dos filhos ou qualquer outro que faça parte da sua rotina e dividir os custos com os seus passageiros (ou até cobrar um valor por pessoa deles).

Para as viagens entre cidades diferentes, a dica é usar o aplicativo Bla Bla Car. É só fazer o cadastro no site ou aplicativo com as suas informações pessoais, informar o ponto de origem e destino, a data da viagem e compartilhar o veículo com outras pessoas que farão o mesmo trajeto. Nesse caso, você define o valor por passageiro, o que pode pagar seus custos e até permitir um pouco de lucro.

  • Venda os seus “favores”

Calma, não estamos dizendo para você deixar de ajudar quem você pode. A dica aqui é para transformar alguma habilidade em renda extra. No site Vinte Conto, você pode ofertar algum serviço, como a redação de um texto, edição de vídeos ou trabalhos de faculdade e, como o próprio nome do site indica, tudo por R$ 20. Lembrando que a ideia é transformar um hobby ou uma atividade que você domina em renda, mas sempre colocando tudo na balança.

“Você precisa analisar se o tempo dispendido vai ser coberto por essa remuneração. Sempre é bom ter um dinheiro na mão, mas é necessário verificar se os esforços para sua execução não estão saindo mais caros do que se está recebendo”, aconselha Vignoli.

Transforme seu hobby em renda

  • Alugue o seu carro

Essa dica é para quem tem um carro que não está sendo utilizado. Existem algumas plataformas que conectam esses veículos ociosos a pessoas que precisam de um carro temporariamente, como na ocasião de uma viagem. Até mesmo os motoristas de aplicativos podem alugar carros por esse meio. Os sites mais populares são o moObie e o Alugue o meu carro.

Mas preste atenção na dica da economista: “as taxas são relativamente interessantes e a renda é praticamente garantida, porém, é necessário tomar alguns cuidados. A pessoa precisa ter em mente que vai estar ‘emprestando’ seu carro para uma pessoa que não conhece, então, é importante saber exatamente os riscos que está correndo e que tipo de segurança o site te oferece”, alerta Marcela.

  • Ganhe dinheiro “emprestando” seus objetos pessoais

Essa é outra plataforma que surgiu da ideia de repensar os hábitos de consumo da maioria das pessoas: para que comprar um objeto novinho em folha se você só vai precisar dele em uma ocasião específica?

Mas se você já tem esse objeto, por que não alugá-lo a terceiros? No site Rent for All você pode disponibilizar uma enorme variedade de objetos, como televisões, videogames, móveis, instrumentos musicais, livros e muito mais. O aluguel dos objetos é cobrado por diárias e a plataforma faz toda a intermediação.

Aprenda a economizar dinheiro com a economia colaborativa

  • Vai viajar? Alugue espaço em sua mala

Muitos brasileiros desejam fazer compras no exterior buscando preços mais baixos, mas acabam sendo desestimulados pelo custo do frete ou pela demora até a entrega. Se você tem o hábito de viajar e nem sempre está de malas cheias, conheça o Grabr, um aplicativo que conecta compradores e viajantes.

O site dá várias dicas para fazer a transação com segurança e, dessa forma, todos os lados são beneficiados, além de você conseguir economizar com a compra de algum produto importado ou gerar renda extra fazendo a entrega.

  • Não gaste com o que não precisa

A última dica da nossa lista não é exatamente uma forma de gerar renda extra, mas de economizar e promover o consumo consciente, com uma volta aos primórdios das relações comerciais: a permuta. Por exemplo: se você sabe tocar violão e quer aprender inglês, você pode fazer uma troca de serviços com quem domina o idioma e deseja aprender mais sobre o instrumento.

As possibilidades são inúmeras. Nos sites Permuto e Só Permuta, por exemplo, você pode encontrar serviços de consultoria, produção de sites e até imóveis para trocas.

Fonte:  meubolsofeliz.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *